Saiba mais sobre fones de ouvido para estúdio

Fone para estúdio

 

Fones de ouvido para estúdio são ferramentas de trabalho fundamentais para produtores musicais, engenheiros de mixagem e masterizadores. Com um bom fone de ouvido para estúdio é possível expandir a capacidade de ouvir as faixas criticamente, corrigindo eventuais falhas de mixagem ou masterização.

 

As gerações mais antigas tinham os fones da Bose como os melhores fones de estúdio disponíveis. As novas gerações migraram para o fone de estúdio Beats by Dre. Mas você deve estar se perguntando, afinal, fones de ouvido para estúdio são realmente diferentes?

 

Fone para homestudio são diferentes

 

Um fone para estúdio profissional é projetado para entregar um som ultra preciso. Fones de ouvido comuns são desenvolvidos para que certas frequências sejam reproduzidas com maior intensidade, como por exemplo, ocorre normalmente com os graves e agudos.

 

Apesar disso, alguns profissionais utilizam fones comuns para checar o resultado de suas mixagens, pois é neste tipo de aparelho que a maioria das pessoas ouvirá. Assim é possível perceber as características da faixa finalizada em um sistema de som para consumidores comuns.

 

Diferentes dos fones convencionais, um fone para estúdio possui um som muito mais neutro. Os especialistas chamam essa característica sonora de “flat” ou não colorido. Fones comuns colorem as frequências com algum tipo de ganho, fones para estúdio, pelo contrário, buscam entregar o som mais original possível.

 

Qual fone de ouvido para estúdio profissional escolher?

 

É realmente muito difícil escolher um bom fone para estúdio. Um aparelho em uma faixa de preço razoável, que consiga reproduzir as músicas com qualidade, transparência e clareza o suficiente para que os pontos críticos sejam facilmente identificados.

 

Para auxiliá-lo na busca pelo melhor modelo possível de fone de ouvido para estúdio, separamos algumas boas dicas. Seguindo o passo a passo você conseguirá, pelo menos, identificar qual grupo de produtos mais adequados para seus objetivos.

 

  1. 1 - Qual será a finalidade do fone para estúdio? Será utilizado como retorno nas gravações ou será utilizado como ferramenta de monitoramento. Isso é fundamental, pois definirá qual o tipo de fone de estúdio a ser escolhido. Os fones profissionais para mixagem geralmente são fechados, enquanto os fones para retorno são abertos. Fone para mixagem fechado isola muito mais o som externo, enquanto o fone para retorno é mais suscetível aos sons externos, permitindo, por exemplo, a comunicação entre os artistas performando.
  2. 2 - Além do tipo do fone de estúdio (aberto ou fechado), também é importante notar o uso, as almofadas encobrem ou são sobre as orelhas. Se o fone de estúdio for over ear normalmente será maior e mais pesado. Mas se o fone de estúdio for on ear, tende a ser mais compacto e mais leve.
  3. 3 - A impedância do fone de ouvido é um aspecto muito importante. Ela afeta o volume final do aparelho e sendo assim, pode influenciar na forma como você percebe o som. Um fone de estúdio profissional geralmente possui impedância maior, às vezes tão grande que é necessário fazer uso de um amplificador para fone de estúdio profissional.
  4. 4 - Antes de tomar a decisão final, procure pelo máximo de informações sobre o modelo pretendido, veja reviews, vídeos, leia comentários de usuários e revisões técnicas. Sabendo dessas informações, você poderá identificar melhor se o modelo em questão realmente é de qualidade e se atende aos seus objetivos. Além disso, também faça uma boa pesquisa por ofertas, procure pelo melhor preço e condições de compra, pois é recomendado que após finalizar a compra, não volte a procurar, normalmente encontramos algum lugar com preço mais baixo e isso gera frustração.

 

E fone para homestudio? - Fone de ouvido para homestudio profissional

 

Com o desenvolvimento da tecnologia, o surgimento dos computadores, foi possível ampliar em larga escala o acesso a serviços e recursos até então restritos à apenas pessoas com condições financeiras muito altas.

 

Isso se deu também no campo musical. Os equipamentos para estúdio, compressores, equalizadores, processadores de efeitos, microfones, mesas de som, monitores de referência, sintetizadores e outros instrumentos, sempre custaram muito caro e por isso não eram acessíveis para a maioria das pessoas.

 

O computador, por outro lado, popularizou o acesso a quase todos esses recursos. Com o desenvolvimento desta tecnologia, empresas especializadas na produção de plugins e versões virtuais de dispositivos analógicos também cresceram.

 

Hoje é possível ter em casa dentro de um DAW (digital audio workstation), como por exemplo, o Pro Tools, Ableton Live, Cubase, etc, todos os recursos fundamentais de um estúdio profissional.

 

Músicos profissionais e amadores, cada vez mais, optam por investir em um pequeno espaço em casa para fazer gravações e promover ensaios. Mas apesar do custo do processo de gravação, mixagem e masterização ter caído, ainda assim, mesmo homestudios podem ser caros.

 

Sistemas de monitoramento são muito importantes nos estúdios profissionais e homestudios. Monitores de referência podem custar algumas centenas de reais. Contudo, algumas soluções são mais acessíveis.

 

É possível contornar o problema dos monitores com um bom fone para homestudio. Monitores de referência são fundamentais, mas um fone profissional para homestudio pode dar conta do recado, caso você se acostume com as características.

 

Fone para mixagem e fone para estúdio

 

Os fone de ouvido para mixagem podem ser divididos em três grupos a partir de sua faixa de preço. Low end, abaixo de 100 dólares, mid end, entre 100 e 300 dólares, e os profissionais, acima de 300 dólares.

 

Apesar do preço mais alto dos profissionais, um fone para mixagem bom pode custar mais barato. Esse é o caso, por exemplo, do fone para mixagem Audio Technica ATH-M40X. Ele possui excelente desempenho, as almofadas são grandes e confortáveis, isola muito bem o som, e o melhor, seu som é bem flat para os padrões de estúdio.

 

Outro modelo muito bom nesta faixa de preço é o AKG K240 MKII. O fone para mixagem AKG K240 MKII é semi-aberto, ou seja, apesar de reduzir o ruído de fora, ainda permite a comunicação com o som externo. Sendo assim, é possível utilizá-lo tanto como fone de ouvido para mixagem ou fone de ouvido para monitoramento.

 

Pioneer HRM-7 faz parte da nova linha de fones de ouvido para estúdio da companhia. Trata-se de um modelo mais caro, mas seu desempenho também é equivalente. Com um design sofisticado, HRM-7 possui almofadas grandes e confortáveis, além de reproduzir o som com riqueza em detalhes, tudo isso sem coloração.

Galeria
Lista
Mostrando 40 Produtos em 1 páginas
Comparar Produto
Mostrando 40 Produtos em 1 páginas
Comparar Produto

visitados Reveja os itens que você visitou!

Newsletter

Cadastre-se para receber
novidades e promoções exclusivas